Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Casa Branca defende Trump

Casa Branca defende Trump
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Casa Branca defende Donald Trump e nega qualquer irregularidade após a confissão do ex-advogado do presidente, Michael Cohen. Cohen diz ter agido às ordens de Trump.

"Como o presidente já disse em várias ocasiões, ele não fez nada errado. Não há acusações contra ele. Só porque Michael Cohen fez um acordo, isso não significa que o presidente esteja envolvido", disse a assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders.

Na terça-feira, Michael Cohen assumiu as culpas por violar as normas financeiras durante as presidenciais de 2016. Admitiu ter comprado o silêncio de alegadas amantes de Trump sob as ordens do Presidente.

Horas depois, através do Twitter e na televisão norte-americana, Trump admitiu que sabia que os pagamentos não tinham saído dos fundos de campanha e que Cohen não cometeu nenhum crime. Mas Trump permanece debaixo de intensa pressão. O seu ex-diretor de campanha, Paul Manafort, também foi condenado por fraude fiscal e bancária.

Este caso surgiu no curso da investigação sobre a interferência russa nas eleições de 2016. Michael Cohen afirma que Trump estava ao corrente da situação.

Siga-nos no Instagram: @euronews_portuguese