Última hora

Última hora

Mini-barras de ouro e criptomoeda para relançar economia venezuelana

Em leitura:

Mini-barras de ouro e criptomoeda para relançar economia venezuelana

Mini-barras de ouro e criptomoeda para relançar economia venezuelana
Tamanho do texto Aa Aa

Expositores e prateleiras vazias nos supermercados e farmácias da Venezuela, quando se cumpre uma semana da implementação de várias medidas de Nicolás Maduro para tentar relançar a economia, uma das quais a regulação de preços de bens considerados como "básicos" por Caracas.

Esta segunda-feira, o presidente venezuelano anunciou uma oferta de obrigações garantidas pelo que chamou de "mini-barras de ouro" para tentar motivar a poupança entre a população, que tem visto evaporar-se a moeda local com a hiperinflação, que o Fundo Monetário Internacional estima que, em 2018, atinja o patamar de 1.000.000%.

O governo de Maduro ordenou também aos bancos que adoptem como "unidade de medida" o petro, a criptomoeda venezuelana, em paralelo com o bolivar, a moeda nacional. Os preços e salários venezuelanos passarão a ser fixados nas duas moedas.

Caracas espera que a medida ajude a contornar a falta de liquidez e as sanções financeiras dos Estados Unidos.