EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Incêndio em ferry na Grécia gera aflição

Incêndio em ferry na Grécia gera aflição
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Não ganharam para o susto os mais de 800 passageiros de um ferry que se incendiou quando se dirigia para Chania, na ilha grega de Creta.

PUBLICIDADE

Não ganharam para o susto os mais de 800 passageiros de um ferry que se incendiou quando se dirigia para Chania, na ilha grega de Creta.

A angústia dos passageiros só terminou horas depois, quando o barco voltou para o porto de Pireus e puderam desembarcar, ainda com o ferry em chamas.

"Como é que não havíamos de ter medo? O meu neto de 9 anos estava literalmente pendurado nas minhas costas. Depois, de vestirem os coletes salva-vidas, as pessoas acalmaram-se e ficámos todos à espera no convés, a ver o que acontecia", conta Konstantinos Stogiannis, um dos passageiros.

Os mais de cem elementos da tripulação já tinham contido o incêndio quando o ferry atracou em Pireus. Mas os bombeiros tiveram dificuldades no combate às chamas por causa do fumo. "Esta é uma situação muito difícil, porque o espaço dentro do barco é limitado e porque o fogo foi num sítio em que havia carros e camiões", realçou Vasilis Mathaiopoulos, o chefe dos bombeiros.

Havia 80 camiões e 152 carros a bordo do navio.

Durante o incêndio, nove barcos da guarda costeira, um cargueiro e três barcos de passageiros foram mobilizados, para o caso de serem necessários.

"Quando a porta do navio se abriu havia uma espessa nuvem de fumo negro. Os bombeiros localizaram imediatamente o sítio onde o incêndio tinha começado. De acordo com a informação, seria um camião que transportava plástico. As autoridades estão a investigar as causas", disse a correspondente da Euronews Fay Doulgkeri.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arguidos do incêndio de 2018 que matou mais de 100 pessoas na Grécia voltam a julgamento

PM grego estima que área ardida este verão ultrapassará 150 mil hectares

Descobertos 18 corpos em zona destruída pelo incêndio de Alexandrópolis