Última hora

Última hora

Tensão entre franceses e britânicos no Canal da Mancha

Em leitura:

Tensão entre franceses e britânicos no Canal da Mancha

Tensão entre franceses e britânicos no Canal da Mancha
Tamanho do texto Aa Aa

Arremesso de pedras, insultos, manobras perigosas e colisão de embarcações em pleno mar no Canal da Mancha: a guerra das vieiras recomeçou na costa da Normandia entre franceses e britânicos, sujeitos a regulamentações diferentes para capturar o precioso molusco.

Os franceses procuravam assustar e afastar os britânicos de uma zona rica em vieiras.

"Se os deixarmos, eles vão destruir o setor. Temos cotas, temos cronogramas. Eles não têm nada. Não têm cotas, trabalham sete dias por semana e carregam o barco. Eles vêm, dragam, enchem o porão e vão para casa. É isso," afirma Anthony Quesnel, capitão do navio francês "La Rose des Vents".

Os confrontos ocorreram em "águas francesas" , a cerca de 12 milhas da costa francesa, numa zona em que o canal tem cerca de 160 km de largura, muito além de qualquer definição legal possível de águas britânicas.

Havia 40 barcos franceses e cinco britânicos.

Nesta disputa, os barcos britânicos afirmam ter o direito de pescar em águas francesas, mesmo quando estão fechadas para embarcações francesas. Este direito depende das regras da União Europeia, mas é anterior à política de pesca da UE.

"Os pescadores franceses deviam ter vergonha pelas ações que praticaram. Os pescadores britânicos agiram inteiramente de forma honrada nas últimas 48 horas. Agora, retiraram-se para portos britânicos para recuperarem, mas eu gostaria de tê-los - particularmente os barcos pequenos - de volta nas próximas 48 horas. Isso requer negociações com os franceses, em França, em breve," declarou Jim Portus, Presidente do Grupo de Consulta da Indústria das Vieiras.

Os pescadores franceses, que têm o direito de apanhar as vieiras apenas de 1º de outubro a 15 de maio, querem que os britânicos, cuja pesca não tem limites de tempo, respeitem o mesmo calendário ao largo das costas francesas.