EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cidade alemã de Chemnitz é palco de novo protesto contra migrantes

Cidade alemã de Chemnitz é palco de novo protesto contra migrantes
Direitos de autor REUTERS/Hannibal Hanschke
Direitos de autor REUTERS/Hannibal Hanschke
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O terceiro protesto com a presença de neonazis aconteceu depois de um alemão ter sido alegadamente esfaqueado até à morte por dois migrantes - um sírio e um iraquiano - no domingo.

PUBLICIDADE

"Nós somos o povo" foram as palavras de ordem em mais uma manifestação contra os migrantes na cidade alemã de Chemnitz esta quinta-feira. A manifestação de cerca de 1000 pessoas segue-se a dois outros protestos da extrema-direita no domingo e na segunda-feira, na sequência do esfaqueamento mortal de um alemão, alegadamente às mãos de um iraquiano e um sírio, que se encontram detidos.

Desta vez não houve violência com grupos opositores. A Polícia do Estado da Saxónica também recebeu reforços dos estados vizinhos.

Numa reunião com centenas de cidadãos preocupados, o primeiro-ministro da Saxónia, pediu um minuto de silêncio para lembrar a vítima. Michael Kretschmere prometeu um esclarecimento rigoroso sobre o que aconteceu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morte de jovem reacende contestação a migrantes na Alemanha

Extrema-direita e extrema-esquerda em protestos em Chemnitz

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico