Última hora

Última hora

Imigrante afegão condenado a 8 anos de prisão na Alemanha

Em leitura:

Imigrante afegão condenado a 8 anos de prisão na Alemanha

Imigrante afegão condenado a 8 anos de prisão na Alemanha
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal alemão condenou, esta segunda-feira, um jovem imigrante afegão a oito anos e meio de prisão por ter assassinado a namorada, uma alemã de 15 anos.

O caso comoveu a Alemanha e tem sido utilizado pela extrema-direita germânica para fazer campanha contra a política de imigração de Angela Merkel, como sendo mais um exemplo de mais um crime na região de Chemnitz.

O réu, identificado com Abdul D, viu o pedido de asilo rejeitado pelas autoridades e afirma ser afegão. Em 2017, matou a ex-namorada com várias facadas num mercado na cidade de Kandel.

Durante o julgamento, o jovem reconheceu o crime e disse estar arrependido.

O caso faz parte de um conjunto de agressões que envolvem requerentes de asilo, na Alemanha, que têm sido utilizados como arma de arremesso contra a chanceler alemã. A extrema-direita acusa Angela Merkel de ter permitido o aumento da insegurança ao abrir as portas do país a mais de um milhão de requerentes de asilo entre 2015 e 2016.