Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Parque da Gorongosa combate o casamento infantil

Parque da Gorongosa combate o casamento infantil
Tamanho do texto Aa Aa

Estamos num dos maiores santuários animais de África - o Parque Nacional de Gorongosa, em Moçambique.

Além da preservação da natureza, o parque ajuda também a população local - sobretudo no que toca às raparigas, os responsáveis pela estrutura têm a missão de combater o abandono escolar e o casamento infantil, um flagelo que afeta o país, apesar da proibição na lei.

É um trabalho que o fundador do parque, Greg Carr, leva a peito: "Para o Parque da Gorongosa, é um princípio fundamental ajudar todas as raparigas que vivem aqui na área, dar-lhes a oportunidade de estar numa escola. O casamento infantil é proibido pela lei de Moçambique e quando uma rapariga está na escola, fica longe do casamento infantil."

A educação sexual e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, como a SIDA, fazem parte dos temas ensinados nestas aulas. As raparigas e mulheres são particularmente vulneráveis à infeção pelo HIV.

Segundo a UNICEF, Moçambique tem uma das taxas mais elevadas de casamento infantil no mundo, embora os números estejam a diminuir lentamente. De acordo com um relatório de 2015, 14% das mulheres entre os 20 e os 24 anos casaram antes dos 15. Em muitos casos, a pobreza leva os pais a casar as filhas ainda crianças ou adolescentes.