EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Detenções no âmbito do furto de armas em Tancos

Detenções no âmbito do furto de armas em Tancos
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Foram oito os detidos, maioritariamente militares e polícias, no âmbito da investigação ao roubo de armas e munições na base de Tancos, Portugal.

PUBLICIDADE

Entre terça e esta quarta-feira foram detidas oito pessoas, no âmbito da investigação ao roubo de equipamento militar da base de Tancos. Entre os detidos está o Diretor-geral da Polícia Militar, três membros da Guarda Nacional Republicana e um civil.

Os detidos militares são suspeitos de terem forjado, juntamente com o civil, alegadamente o autor do furto, a recuperação das armas roubadas.

As suspeitas incluem, e entre outras coisas, "crimes de associação criminosa, falsificação de documentos, tráfico de influências, favoritismo pessoal praticado por um funcionário, abuso de poder, detenção e tráfico de armas proibidas e munições. Este arsenal desapareceu em junho do ano passado de Tancos. Três meses depois as armas roubadas reapareceram num campo na Chamusca, após uma alegada denúncia anónima à GNR de Loulé. Alguns dos detidos fazem parte desta força.

Editor de vídeo • Nara Madeira

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Falha de Segurança no roubo em Tancos

"Operação Maestro": O que sabemos até agora sobre o novo caso de corrupção em Portugal

Manifestação de polícias junta 20 mil pessoas no Porto