Última hora

Última hora

Judo: Tushishvili e Asahina conquistam Mundiais de Baku

Em leitura:

Judo: Tushishvili e Asahina conquistam Mundiais de Baku

Judo: Tushishvili e Asahina conquistam Mundiais de Baku
Tamanho do texto Aa Aa

Nos Mundiais de judo de Baku, o número 1 do mundo, Guram Tushishvili, da Geórgia, conquistou o seu primeiro título mundial de pesos-pesados. Ao sétimo dia de competição a coroa masculina de +100 kg trocou de mãos pela primeira vez desde 2007.

Tushishvili, medalha de ouro no World Judo Masters que terminou em quinto no ano passado em Budapeste, venceu todas as cinco rondas por ippon

Na semifinal, o judoca da Geórgia derrotou o ex-campeão mundial júnior Ulziibayar Duurenbayar, da Mongólia, com uma estrondosa sequência seoi-nage para ippon.

Na final, com o judoca da casa Ushangi Kokauri, o público foi à loucura. Um excelente O-Uchi-Gari de Kokauri garantiu a melhor medalha para o Azerbaijão no campeonato.

Mas foi Tushishvili que, a apenas seis segundos do fim, bateu o seu rival nascido na Georgia com seoi-nage para ippon.

A primeira medalha de ouro da Geórgia em Baku emocionou o enorme contingente de torcedores georgianos que foi ao rubro quando o novo campeão mundial apontou para o nome nas costas.

"Esta é uma sensação fantástica, a melhor sensação que já tive. Neste momento, não sei o que dizer, não tenho palavras para expressar tantas emoções. Nos últimos Campeonatos Mundiais, perdi na semifinal e, por isso, o desejo de ser Campeão Mundial era ainda maior. Todos os esforços e o treino duro deram finalmente resultado," afirmou Tushishvili

Na competição feminina a japonesa Sarah Asahina foi coroada campeã mundial de pesos-pesados. A jovem de 21 anos foi excelente durante as rondas mostrando a sua técnica de marca ashi waza enquanto avançava para a final.

Depois de derrotar Larisa Ceric, da Bósnia-Herzegovina, na semifinal, na final de +78Kg bateu a cubana Idalys Ortiz, três vezes medalha olimpica. A disputa foi renhida e a vitória de Asahina surgiu quando Ortiz somou três penalizações.

"No ano passado participei no mundial em Budapeste e ganhei a medalha de prata, e agora sou campeã do Mundo. Isto é muito emocionante e estou muito feliz por ter conquistado uma medalha de ouro no campeonato Mundial. Estou mesmo muito satisfeita," declarou Asahina.

A brasileira Maria Suelen Altheman terminou na quinta posição.

Os mundiais de 2019 vão acontecer no Japão.