Última hora

Última hora

Javier Bardem defende missões de resgate no Mediterrâneo

Em leitura:

Javier Bardem defende missões de resgate no Mediterrâneo

Javier Bardem defende missões de resgate no Mediterrâneo
Tamanho do texto Aa Aa

Javier Bardem pede à União Europeia que atue e proteja as organizações não-governamentais envolvidas nas missões de resgate no Mar Mediterrâneo.

Uma mensagem transmitida esta manha à Euronews, em Lyon, à margem do Festival de Cinema Lumière.

"A Europa devia parar de acusar e apontar o dedo a todas estas extraordinárias ONG que estão a salvar vidas. Porque salvar vidas não é um crime. Salvar vidas é um direito e estas ONG estão a dar aos imigrantes que naufragam nos oceanos o direito de viver. Todos os governos conservadores que agora surgem na Europa acusam as ONG. Querem culpá-las de algo com o qual não concordam, que é a imigração. E isto deve parar porque é contra a vontade comum de salvar a vida de qualquer pessoa que tem de deixar a sua terra natal porque está em perigo".

Nos últimos dois anos, mais de uma dezena de embarcações foram impedidas de atuar no Mediterrâneo. O último barco a perder o registo foi o Aquarius 2, um navio usado para salvar imigrantes e resgatar barcos entre o norte da África e o sul da Europa.

A rota entre a Líbia e o continente europeu fica agora sem um barco de resgate de entidades independentes.