Última hora

Última hora

Igreja chilena condenada a pagar 580 milhões de euros às vítimas de Karadima

Em leitura:

Igreja chilena condenada a pagar 580 milhões de euros às vítimas de Karadima

Igreja chilena condenada a pagar 580 milhões de euros às vítimas de Karadima
@ Copyright :
reuters
Tamanho do texto Aa Aa

A Igreja chilena foi condenada a pagar uma indemnização milionária às vitimas de abuso sexual do paraco Fernando Karadima, cerca de 580 milhões de euros.

"Isto é uma questão criminal, sociológica."

James Hamilton Vítima de abuso sexual

O tribunal de Santiago revogou a absolvição que tinha ficado decidida em primeira instância e condenou o arcebispo a pagar uma indemnização milionária. Fernando Karadima é acusado de, durante décadas, abusar de dezenas de crianças e jovens.

Três das vítimas vão receber 600 mil euros por terem sido abusadas até à fase adulta.

"Isto é uma questão criminal, sociológica.", admitiu aos jornalistas James Hamilton, uma das vítimas, depois de sair da sala de audiência. "Porque é que há mais padres católicos acusados de abuso sexual do que qualquer outra pessoa no mundo?", concluiu.

Reuters
James Hamilton e José Andrés MurilloReuters

"Mais uma vez, estamos perante uma dissociação - mesmo cognitiva - da parte da Igreja. Eles dizem que vão cooperar, mas mesmo assim colocam recursos que impedem a justiça, que impedem a investigação.", declarou José Andrés Murillo, uma das vítimas de abuso sexual por parte do sacerdote Fernando Karadima. "E, de tudo e o mais importante, é impedirem que centenas de vítimas de abuso sexual superem o trauma, superem o sofrimento.", concluiu José Andrés Murillo.

Em 2011, o Vaticano deu como culpado Fernando Karadima depois de feita uma investigação.

Em setembro deste ano, depois do caso vir a público, o Papa Francisco decidiu expulsar Karadima da Igreja católica. A expulsão foi considerada, por muitos, tardia.