Mais de 200 valas comuns descobertas no Iraque

Mais de 200 valas comuns descobertas no Iraque
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entre os mortos estão mulheres, crianças, idosos, deficientes e também elementos das forças armadas do país.

PUBLICIDADE

Mais de duzentas valas comuns foram descobertas em várias províncias iraquianas controladas pelo Estado Islâmico, entre 2014 e 2017. A descoberta foi anunciada, esta terça-feira, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Entre os mortos estão mulheres, crianças, idosos, deficientes e também elementos das forças armadas do país.

Ravina Shamdasani, porta-voz do gabinete da ONU para os Direitos Humanos, explicou que ainda não é possível saber o número exato de pessoas que estão nestas valas. Sabe-se, para já, que em Mossul a vala mais pequena, encontrada na região oeste continha oito corpos, e que a maior, encontrada na região sul da cidade, pode conter milhares.

No Iraque, cerca de trinta e três mil civis foram mortos pelo Estado Islâmico, principalmente nas regiões norte e oeste do país, perto da fronteira com a Síria. Segundo a ONU, as mortes foram o resultado de uma campanha sistemática de violência, "que pode equivaler a crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Iraque: Incêndio num casamento faz mais de uma centena de mortos entre eles os noivos

Suspeitos de ataque a igreja na Turquia detidos

Uganda enterra vítimas do massacre em escola