Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

80 anos da "Noite de Cristal"

80 anos da "Noite de Cristal"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com o ressurgimento do antissemitismo e a emergência de "novos nacionalismos" como pano de fundo, no Parlamento alemão (Bundestag) recordaram-se os judeus vítimas do nazismo.

O país assinala 80 anos da "Kristallnacht", a chamada "Noite de Cristal", uma antecâmara do período negro do Holocausto, como recordou o presidente Frank-Walter Steinmeier: "Por vezes parece-me que este ponto de viragem na história será sempre ensombrado pelo falhanço da República. Na verdade o fim da República de Weimar conduziu ao capítulo mais negro da história da Alemanha. Não foi a democracia que falhou historicamente, foram os inimigos da democracia."

Na noite de 9 para 10 de novembro de 1938 morreram dezenas de pessoas. As lojas, montras e sinagogas de judeus na Alemanha foram destruídas e as casas pilhadas. As autoridades nada fizeram para impedir a violência que degenerou num genocídio que viria a provocar cerca de seis milhões de mortos.

No dia seguinte iniciou-se a deportação dos primeiros 30 mil judeus para campos de concentração.