Última hora

Última hora

14 feridos numa manifestação em Barcelona

Em leitura:

14 feridos numa manifestação em Barcelona

14 feridos numa manifestação em Barcelona
Tamanho do texto Aa Aa

"O Povo não vai parar perante a ditadura", lia-se num dos cartazes que os cerca de 400 separatistas catalães levavam este sábado numa manifestação, em Barcelona.

Os independentistas tentavam chegar a uma outra manifestação, organizada pela polícia nacional espanhola, quando foram travados à bastonada pelas autoridades catalãs.

14 pessoas ficaram feridas nos confrontos. Seis foram detidas.

O ativista Lagarder Danciu justificou o protesto.

"Estão a dar medalhas aos polícias que reprimiram o povo catalão em outubro do ano passado. Estão aqui a provocar constantemente, nas ruas de Barcelona, e não podemos consentir. Isto é fascismo."

As autoridades da Catalunha evitaram que os separatistas chegassem à marcha da Associação Nacional das Polícias Espanholas que exige ao governo aumentos salariais.

O presidente da JUSAPOL, Natan Espinosa, lembra que é uma reivindicação antiga.

"Viemos aqui reivindicar a igualdade salarial que há 30 anos nos é negada entre as forças de segurança nacionais e a polícia regional. Na terça-feira vamos apresentar uma iniciativa legislativa popular com mais de 500 mil assinaturas para que se igualem os salários das forças do Estado com as corporações regionais".

Os polícias da Catalunha e do País Basco têm melhores condições e salários que a polícia nacional e a guardia civil espanholas. Uma diferença que estas duas instituições querem que acabe.