Última hora

Última hora

Dia 2 do Grande Prémio de Judo de Tashkent: ouro para o país da casa e Nuno Saraiva sétimo em -73 kg

Em leitura:

Dia 2 do Grande Prémio de Judo de Tashkent: ouro para o país da casa e Nuno Saraiva sétimo em -73 kg

Dia 2 do Grande Prémio de Judo de Tashkent: ouro para o país da casa e Nuno Saraiva sétimo em -73 kg
Tamanho do texto Aa Aa

No segundo dia do Grande Prémio de Tashkent de 2018, o público da casa foi recompensado com uma medalha de ouro na categoria de -73kg, conquistada por Khikmatillokh Turaev, o homem do dia. O uzbeque esteve na sua melhor forma ao longo de todas as competições.

Benjamin Axus, da França, fez-lhe frente nos quartos-de-final mas acabou por render-se a um poderoso shime-waza de Turaev.

Na final, o público da casa apoiou o judoca uzbeque na sua luta frente a Igor Wandtke, da Alemanha e na fase do prolongamento a capacidade de resistência de Turaev garantiu-lhe a vitória. Um momento de júbilo para o público e para o judoca, que reivindicou a sua primeira medalha de ouro num grande Prémio.

No pódio, o judoca foi condecorado pelo Ministro do Desporto do Uzbequistão Dilmurod Nabiyev.

"A final foi muito emocionante e dura, mas o público apoiou-me até ao fim e sabia o que eu estava a passar. Estou muito feliz por vencer no meus país," disse Khikmatillokh Turaev.

O judoca português Nuno Saraiva atingiu hoje o sétimo lugar da classificação na categoria de -73 kg, ao perder no combate de repescagem com o grego Georgios Azoidis.

Nuno Saraiva

Mungunchimeg Baldorj , da Mongólia, revelou-se a mulher do dia. A atleta de -63kg demonstrou o seu poder e a eficácia do seu ataque ao longo do dia, conquistando a que foi a sua segunda medalha de ouro num Grande Prémio da Federação Internacional de Judo.

Na final, a judoca provou merecer o primeiro lugar no pódio com um ataque O-soto-gari, que concluíu a luta frente à italiana Maria Centracchio. A medalha de ouro da judoca da Mongólia foi a sua primeira desde a de bronze que ganhou no Campeonato do Mundo de 2017.

"Não tinha ganho nenhuma medalha desde a de bronze em 2017 e agora ganhei uma de ouro, por isso estou muito feliz," comentou Mungunchimeg Baldorj sobre a sua vitória.

Nos -81kg masculinos o vencedor do Grande Prémio de Tashkent foi Didar Khamza, do Cazaquistão. Depois de estar em desvantagem no início do combate, Khamza conseguiu empatar e no período de prolongamento o seu contra-ataque decisivo decidiu a final frente a Dagvasuren Nyamsuren da Mongólia a seu favor.

Na final dos -70kg femininos, a austríaca Michaela Polleres conquistou o segundo título da sua carreira num Grande Prémio, superando a judoca Giovanna Scoccimarro da Alemanha e arrebatando a medalha de ouro para a Áustria.

O movimento do dia coube ao françês Jonathon Allardon, no combate de -81kg masculinos contra Erian Sherov, do Quirguistão, em que um O-uchi-gari relâmpago de deu a vitória.

Portugal compete na capital do Uzbequistão com nove judocas, faltado apenas as exibições de Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio nos -78 kg, que competem no domingo, último dia de prova, num Grande Prémio em que se destaca até ao momento a conquista, na sexta-feira, da medalha de bronze de Joana Diogo em -48 kg.