Última hora

Última hora

Esculturas em bronze atribuídas a Miguel Ângelo

Em leitura:

Esculturas em bronze atribuídas a Miguel Ângelo

Esculturas em bronze atribuídas a Miguel Ângelo
Tamanho do texto Aa Aa

Um corpo esculpido não é uma obra ao alcance de todos. Para os investigadores da Universidade de Cambridge esta é da autoria de Miguel Ângelo. São duas as estátuas, em bronze, que, de acordo com os especialistas, têm traços anatómicos evidentes do mestre renascentista, autor da Capela Sistina e da escultura, em mármore, de David.

"Se olharmos para este dedo do pé, é um dedo curto, o segundo já é longo, como dita o ideal grego, e entre os dois há um espaço. O segundo aspeto é o pelo púbico. Tanto nesta estátua, como na do 'David' de Miguel Ângelo, são encaracolados e vão em direção ao umbigo, o que não acontece na maioria das esculturas clássicas daquele tempo, que delimitam a zona dos pelos púbicos. A terceira evidência é esta faixa plana entre o umbigo e a púbis, que é uma interseção tendinosa extra que, na verdade, é uma área de tecido fibroso que converte um abdominal de seis músculos num de oito ou dez", explica Peter Abrahams, professor de anatomia clínica da Universidade de Warwick.

As conclusões de Cambridge surgem após quatro anos de investigação. As estátuas são atualmente as únicas obras em bronze que existem de Miguel Ângelo.

Em 2002, foram vendidas por pouco mais de 2 milhões de euros, um valor que, caso a autoria do artista se confirme, pode ascender às centenas de milhões.

Mais sobre Cult