Última hora

Última hora

Procurador saudita pede pena de morte para homicidas de Khashoggi

Procurador saudita pede pena de morte para homicidas de Khashoggi
Tamanho do texto Aa Aa

A Arábia Saudita pede pena de morte para os responsáveis pelo homicídio de Jamal Khashoggi. Em conferência de imprensa, o procurador Shaalan al-Shaalan fez o ponto de situação da investigação, que já levou 11 pessoas a serem detidas e acusadas de ter participado no homicídio do jornalista.

"O caso foi encaminhado para tribunal, enquanto investigações decorrem para descobrir os papéis dos restantes detidos no assassinato. O Ministério Público pediu a pena de morte para cinco indivíduos que são acusados de ordenar e cometer o crime", declarou o procurador-geral saudita.

Fora de suspeita está o princípe herdeiro. De acordo com as autoridades, Mohammed bin Salman desconhecia a operação. Os investigadores sauditas creem que os restos mortais de Khashoggi tenham sido entregues a um operador local, mas desconhecem o paradeiro do corpo do jornalista.

As declaraçôes não satisfizeram nem os congéneres turcos, nem o ministro dos negócios estrangeiros da Turquia .

Logo após o incidente, foi o próprio presidente, Recep Tayyip Erdogan, a afirmar que o assassinato tinha sido ordenado ao mais alto nível do governo saudita.