Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

OE2019: Itália tenta evitar sanções da UE

OE2019: Itália tenta evitar sanções da UE
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento italiano prossegue com a penúltima fase de debates sobre o Orçamento do país para 2019.

Durante este fim de semana, os deputados votarão a moção de confiança solicitada pelo Governo de Giuseppe Conte. Na próxima semana, o texto seguirá para apreciação no Senado.

Uma corrida contra o tempo para evitar que um procedimento de infração seja imposto pela Comissão Europeia ao país.

A maratona começa no dia 10 de dezembro, altura em que o Governo de Roma terá que apresentar emendas ao Orçamento do próximo ano que visem a redução do défice.

Bruxelas espera uma redução de cerca de 16 mil milhões de euros, o Executivo de Conte aponta para um corte de sete mil milhões.

Caso seja impossível chegar a um acordo até 19 de dezembro, a Comissão Europeia pode recomendar Conselho de Assuntos Económicos e Financeiros (ECOFIN) que inicie um processo por infracção, que será formalizado até 22 de janeiro de 2019.

O comissário europeu para os assuntos económicos e financeiros, Pierre Moscovici, sublinhou, esta semana, que é necessário evitar uma crise entre a União Europeia e Itália pois isso seria "absurdo e contraprodutivo".