Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Revista "Time" homenageia jornalistas

Revista "Time" homenageia jornalistas
Tamanho do texto Aa Aa

Jamal Khashoggi, em representação de todos os outros jornalistas assassinados e presos, são a personalidade do ano da "Time", a quem a revista chama de "Os guardiões". Homens e mulheres que correram "grandes riscos em busca da verdade.

A "Time" escolhe, anualmente, uma personalidade como a pessoa mais influente do ano. Desta vez são os jornalistas e em particular Khashoggi, assassinado no consulado da Arábia Saudita, na Turquia.

Ao colunista do Washington Post, que ocupa a capa da revista norte-americana, juntam-se Wa Lone e Kyaw Soe Oo, correspondentes da agência de notícias Reuters, detidos e condenados a sete anos de prisão no Myanmar, Maria Ressa, antiga chefe da CNN nas Filipinas e a Capital Gazette, em representação dos seus quatro jornalistas mortos a tiro num atentado em Maryland, EUA, conduzido por um homem que processou a publicação e perdeu em tribunal.

A "Time" refere ainda, e entre outros, o caso da repórter Patrícia Campos Mello, no Brasil, foi alvo de ameaças depois de noticiar que partidários do presidente eleito Jair Bolsonaro tinham financiado uma campanha de notícias falsas, contra o Partido dos Trabalhadores, através da rede social WhatsApp.