Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Theresa May sobrevive a moção de censura dos Conservadores

Theresa May sobrevive a moção de censura dos Conservadores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Theresa May mantém-se no Governo e na liderança do partido. A moção de censura para destituir a líder dos Tory perdeu.

200 deputados votaram pela permanência de May na liderança dos conservadores, 117 contra.

Os mais de 300 deputados conservadores votaram em sufrágio secreto, esta quarta-feira. Para ganhar, a primeira-ministra precisava de pelo menos metade dos votos mais um, o que perfazia um total de 159 votos a seu favor.

A liderança de May saiu reforçada desta votação. Em troca, a chefe do executivo britânico garantiu esta noite que não se recandidatar-se às próximas eleições legislativas, a decorrem em 2022.

A moção foi lançada por 48 dos eurocéticos do Partido Conservador, descontentes com o acordo alcançado pelo executivo britânico para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Theresa May tem sido bastante contestada devido ao Brexit, mas já declarou querer levar a implementação do acordo até ao fim do mandato. Esta segunda-feira tinha adiado a votação decisiva no Parlamento por considerar que a derrota era praticamente inevitável.