Última hora

Prisão para ex-advogado pessoal de Trump

Prisão para ex-advogado pessoal de Trump
Direitos de autor
Reuters/Brendan McDermid
Tamanho do texto Aa Aa

O ex-advogado pessoal de Donald Trump, Michael Cohen, foi condenado a três anos de prisão por fraude fiscal e violação da lei eleitoral, por ter nomeadamente comprado o silêncio de duas mulheres acerca de alegadas relações íntimas com o atual presidente dos Estados Unidos.

É a primeira pessoa do círculo próximo de Trump condenada na sequência das investigações à suposta ingerência russa nas presidenciais norte-americanas de 2016.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.