Última hora

Brexit preocupa empresários e trabalhadores no Reino Unido

Brexit preocupa empresários e trabalhadores no Reino Unido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pode parecer um mundo muito distante da política de Westminster mas os trabalhadores migrantes da União Europeia desta floricultura em Spalding, no leste da Inglaterra, preocupam-se com as consequências do Brexit.

Praticamente todos os funcionários da floricultura são de fora da Grã-Bretanha. Entre eles, a polaca Beata Wolkowska que fez de Inglaterra a sua casa.

"Todos estão preocupados se será possível voltarmos para aqui se formos para casa. Eu gostaria que tudo ficasse na mesma," revela Beata Wolkowska.

"A ironia é que, enquanto a maioria das pessoas nesta região votou a favor do Brexit, sendo a migração um grande problema, são os trabalhadores migrantes que estão a ajudar a alimentar a economia local," revela o repórter da Euronews, Damon Embling

Aqui, os trabalhadores - alguns efetivos, outros temporários - são da Polónia, Lituânia, Letónia, Bulgária e Roménia.

A empresária Sue Lamb quer que a primeira-ministra britânica, Theresa May, fique para levar a cabo o Brexit - mas também quer segurança para os seus trabalhadores migrantes.

"Eu só acho que não está a ser reconhecido o quanto estas pessoas dão ao sistema. Precisamos reconhecê-lo e reconhecê-lo rapidamente. Precisamos de uma fórmula que funcione muito rapidamente. ***A indústria está realmente sob ameaça," afirma a proprietária da Floricultura Lamb, Sue Lamb.

No caminho para o Brexit, na cidade inglesa de Boston, Anton Dani e Maria Dani são os donos do Café de Paris. Anton foi criado em França, agora é um cidadão britânico, a esposa é da Polónia. Ele é pró-Brexit - mas acha que a opinião pública pode estar a mudar.

"Acho que não vai haver um acordo e vamos para um referendo. Provavelmente vamos ficar na Europa, apesar de todos os apoiantes do Brexit. É assim que as pessoas se sentem hoje em dia. A perceção que tenho das pessoas nas ruas é que estão fartas das negociações, ninguém sabe o que está a acontecer, nada está claro. Theresa May falou de uma forma muito vaga, sem uma resolução concreta para o problema. As pessoas estão a perder a fé,. Então, poderemos ficar na Europa," considera Anton Dani.

Maria Dani é imigrante e aposta num Brexit que fortaleça as fronteiras da Grã-Bretanha.

"Não digo que a imigração deve parar completamente, mas temos que controlar realmente quantas pessoas estão a chegar," afirma Maria Dani.

Enquanto Theresa May tenta salvar o seu acordo de Brexit - tendo ganho uma moção de censura - Boston aguarda. Aqui, alguns apoiantes do Brexit podem estar a mudar de opinião mas a grande maioria parece estar desesperada por ver este divórcio concluido, com ou sem acordo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.