Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Michel Temer autoriza extradição de Cesare Battisti

Michel Temer autoriza extradição de Cesare Battisti
Direitos de autor
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente do Brasil, Michel Temer, autorizou a extradição de Cesare Battisti, condenado em Itália por quatro homicídios.

A decisão de deter o italiano foi tomada, na quinta-feira, por um juiz do Supremo Tribunal Federal mas Battisti não foi ainda detido já que se encontra em parte incerta. Antes de ser anunciada a extradição os seus advogados tinham entrado com um recurso na referida alta instância.

Battisti foi membro do grupo "Proletários Armados pelo Comunismo", braço das Brigadas Vermelhas. Foi condenado a prisão perpétua em Itália por assassinatos cometidos entre 1977 e 1979, mas alega inocência. Chegou a refugiar-se em França mas em 2004, prestes a perder o estatuto de refugiado político, fugiu para o Brasil, onde se escondeu durante três anos. Em 2007 foi detido, numa operação conjunta entre o Brasil, Itália e França.

O Supremo chegou a autorizar a sua extradição em 2009, decisão não vinculativa, que acabou vetada, no ano seguinte, pelo na altura presidente Lula da Silva. Jair Bolsonaro já tinha anunciado que ia revogar a decisão.