Última hora
This content is not available in your region

Deputados expulsos da televisão pública húngara

euronews_icons_loading
Deputados expulsos da televisão pública húngara
Tamanho do texto Aa Aa

Dois deputados independentes foram expulsos da sede da televisão pública húngara, onde passaram a última noite, na tentativa de divulgar uma declaração com reivindicações, na sequência da manifestação que reuniu milhares de pessoas no domingo, em Budapeste.

O texto pede, nomeadamente, a revogação da nova lei laboral e de outra lei que estabelece jurisdições específicas para assuntos delicados.

"Os cinco pontos, que falam sobre a independência da Justiça, a liberdade de imprensa e outras coisas, são pontos que reúnem o consenso dos partidos da oposição. Não estamos a falar sobre diferenças entre os partidos da oposição. Temos objetivos comuns e estes objetivos são compreensíveis para as pessoas, para a sociedade civil e para as ONGs. Portanto, nos últimos dias ou talvez semanas temos tido uma oposição forte ao Governo húngaro", destacou o deputado europeu Peter Niedermuller, em entrevista à Euronews.

A televisão estatal da Hungria acusa os deputados de terem assediado os trabalhadores do canal e de terem tentado invadir os espaços de trabalho, nomeadamente uma área operacional.

Desde quarta-feira que milhares de húngaros se têm manifestado contra a política do primeiro-ministro nacional-conservador, Viktor Orbán.