A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Fundação Trump dissolvida entre acusações de abusos

Fundação Trump dissolvida entre acusações de abusos
Direitos de autor
REUTERS/Jim Young
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Acusada de uso indevido de fundos para promover os negócios pessoais e a campanha do atual presidente dos Estados Unidos, a Fundação Trump aceitou dissolver-se sob supervisão judicial.

O acordo foi anunciado pela procuradora-geral de Nova Iorque, Barbara Underwood, que acusava Donald Trump e os três filhos mais velhos de um "padrão de conduta ilegal persistente" através da fundação, usada durante mais de uma década para pagar despesas legais, promover hotéis e adquirir artigos pessoais, culminando numa "vasta coordenação de política ilegal" com a campanha presidencial de 2016.

Trump diz que o processo é uma artimanha dos "democratas desprezíveis de Nova Iorque".

Underwood, que afirmou que a fundação era "pouco mais do que um livro de cheques para os interesses comerciais e políticos" do atual presidente, procurará agora a restituição de 2,8 milhões de dólares e uma proibição de dez anos para que Trump e os filhos não possam integrar as direções de outras organizações caritativas em Nova Iorque.