Última hora

Famílias cristãs celebram o Natal na Faixa de Gaza

Famílias cristãs celebram o Natal na Faixa de Gaza
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As comemorações de Natal também se assinalam no Médio Oriente.

Em Gaza, centenas de cristãos palestinianos juntaram-se no sábado ao redor de uma árvore de Natal iluminada. Tinham a esperança de poder rumar à Cisjordânia e a Jerusalém mas as condições políticas e económicas difíceis no território não permitiram a concretização do sonho de Natal.

Israel impôs barreiras impedindo cristãos com idades entre os 16 e os 35 anos de idade de deixar a Faixa de Gaza para rezar e visitar familiares.

"Todos solicitámos autorização para estar na Basílica da Natividade em Belém, na Cisjordânia. mas mais de 500 pessoas foram impedidas de entrar com o pretexto de medidas de segurança", sublinhou Elias Jelda, da associação da Juventude Cristã.

Entre muitos cristãos em Gaza reina o sentimento de desespero e de tristeza por se verem impedidos de rumar a Belém.

"Israel impediu-me de viajar. Todos os anos tento obter autorização para ir rezar na Basílica da Natividade. Há mais de uma década. Tentei mas continuo sempre à espera de uma resposta", denunciou Sohail Tarazy, jornalista e escritor.

Este ano, os cristãos que não puderam rumar a Belém celebram o Natal com orações e uma árvore iluminada lado a lado com os amigos muçulmanos, na associação da Juventude Cristã, na cidade de Gaza.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.