Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Viena dá apoio escolar a refugiados

Viena dá apoio escolar a refugiados
Tamanho do texto Aa Aa

Viena tem um longo histórico de acolhimento de refugiados e coloca agora em prática vários programas municipais para apoiar as pessoas que chegam. Segundo a ACNUR a cidade austríaca tenta dar resposta às necessidades, com estratégias de integração, assistência médica e educação.

“Eu gosto de estar aqui e de passear, porque parece-se com a cidade de Damasco”, diz Widad, uma professora refugiada síria.

A família de Widad está entre os milhares de refugiados que fizeram de Viena a sua casa. Apesar de alguns cortes a nível nacional, a cidade continua a apoiar os refugiados e as ONG´s recorrendo ao seu próprio orçamento e a fundos da UE.

“Enquanto cidade não se pode simplesmente fechar os olhos e dizer que não queremos os refugiados. Eles estão aqui e é preciso fazer alguma coisa - para que tenham acesso a cursos de línguas, para que as pessoas adquiram capacidades, para que se possam erguer por si próprias e desempenhar um papel na sociedade", explica o conselheiro executivo da cidade de Viena, Jürgen Czernohorszky.

O centro CORE disponibiliza instalações aos refugiados. Widad ensinou árabe e religião em Damasco. Agora volta a dar aulas a crianças refugiadas, em Viena. Reconhece que muitas destas crianças são incapazes de ler e escrever na sua própria língua.

O CORE e os refugiados acreditam que aprender árabe pode ajudar a aprender alemão também. Acreditam, igualmente, que se tiverem acesso a uma boa educação terão uma melhor integração dentro da comunidade austríaca.