Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA querem cortar para metade produção de coca na Colômbia

EUA querem cortar para metade produção de coca na Colômbia
Direitos de autor
Presidencia colombiana/vía REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos da América querem reduzir para metade o cultivo de coca na Colômbia, até 2023.

De visita ao país, o chefe da diplomacia norte-americana mostrou-se muito preocupado com o aumento da produção de coca, na Colômbia.

Mike Pompeo encontrou-se com o presidente colombiano, Ivan Duque, e reforçou o apoio de Washington.

"Vamos continuar a trabalhar consigo, senhor presidente, para alcançar o nosso objetivo conjunto de cortar o cultivo de coca e a produção de cocaína em 50% até 2023. Sabemos que devemos fazer nossa parte para reduzir a procura no nosso país", referiu Pompeo.

De acordo com as Nações Unidas, a cultura de coca, na Colômbia, atingiu recordes em 2017.

Apesar dos esforços de erradicação do Governo de Bogotá, estima-se que mais de 170 mil hectares estejam a ser utilizados para este cultivo.

A Colômbia é o maior produtor mundial de cocaína. Os Estados Unidos da América são os maiores consumidores.