Última hora

Última hora

Oficializada separação entre igrejas da Ucrânia e Rússia

Oficializada separação entre igrejas da Ucrânia e Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

O distanciamento da Ucrânia face à Rússia chegou agora também ao campo da religião. A Igreja Ortodoxa Ucraniana está agora separada da Igreja Russa, à qual estava ligada desde 1686. Em Istambul, o patriarca de Constantinopla, Bartolomeu, assinou o documento que oficializa a separação, numa cerimónia a que assistiu o presidente ucraniano Petro Poroshenko.

Poroshenko, um devoto da Igreja, agradeceu a Deus e ao patriarca Bartolomeu por ter tornado possível a cisão. É uma medida que vai obrigar os clérigos ucranianos a escolher um lado, com os conflitos no leste do país a persistirem entre as forças leais ao governo e os rebeldes pró-russos.

No mês passado, os líderes da Igreja Ortodoxa Ucraniana decidiram a criação de uma nova igreja, independente da russa, chefiada pelo metropolita Epifânio. A Igreja Ortodoxa russa, em outubro, rompeu relações com o patriarcado de Constantinopla.