Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Governo de Itália apoia coletes amarelos franceses

Governo de Itália apoia coletes amarelos franceses
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano apoia publicamente a ação dos coletes amarelos em França.

O apoio vem pela voz do ministro do Interior, Matteo Salvini, que disse numa conferência de imprensa: "Dou todo o apoio possível aos franceses que, de forma educada e respeitosa, dizem ao presidente deles - que não pensa no interesse do povo francês - que quanto mais depressa se for embora, melhor! Tendo dito isto, todos os episódios de violência são condenáveis, sem condições".

É um ataque claro e direto ao chefe do Estado francês, que se junta ao do vice-primeiro-ministro, Luigi Di Maio, do Movimento Cinco Estrelas. Di Maio escreve no Twitter: "Em França, como em Itália, a política tornou-se surda às necessidades dos cidadãos, que são mantidos à margem das decisões mais importantes que dizem respeito ao povo. O que se ouve alto e bom som nas praças de França, é um verdadeiro grito: Participemos!!!

Di Maio foi ainda mais ao longe ao propor a ajuda do seu movimento aos contestatários franceses para a organização das operações através da internet e para a elaboração do programa eleitoral.

Tanto o Movimento Cinco Estrelas como os Coletes Amarelos defendem mais democracia direta e acusam os governos de defenderem apenas os interesses das elites.

Obviamente que Paris não aprecia estas manifestações de apoio de um governo estrangeiro. A ministra francesa dos Assuntos Europeus, Nathalie Loiseau pediu a Roma, "um pouco mais de respeito".