Dakar 2019: Uma nona etapa com novos vencedores

Dakar 2019: Uma nona etapa com novos vencedores
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nasser Al-Attiyah, da Toyota, venceu pela terceira vez nesta edição, deixando Nani Roma da MINI a 4,58 minutos.

PUBLICIDADE

O australiano Toby Price (KTM) manteve a liderança do rali Dakar de todo-o-terreno a um dia do final da prova, depois de hoje ter terminado a nona etapa na quinta posição.

O francês Michael Metge (Sherco) foi o mais rápido a cumprir os 313 quilómetros cronometrados da especial, que teve partida e chegada em Pisco, no Peru, onde se disputa a 41.ª edição da competição. Metge gastou 3:46.38 horas, deixando o boliviano Daniel Nosiglia Jager (Honda) a 2.00 minutos.

O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), que almejava recuperar a liderança da prova, foi apenas o terceiro mais rápido, a 3.28 minutos do vencedor. O piloto da Husqvarna sofreu marcação cerrada por parte da KTM, pois o austríaco Mathias Walkner (KTM) e Toby Price terminaram empatados com o mesmo tempo, apenas um segundo depois de Quintanilla.

Com estes resultados, Price, que corre com um pulso lesionado desde o início da prova, manteve a primeira posição com 1.02 minutos de vantagem sobre o chileno e 6.35 minutos sobre Walkner.

O norte-americano Andrew Short (Husqvarna), uma estrela do motocrosse americano, é o quarto, mas já a 40.01 minutos.

"Vai ser muito apertado no último dia. Acredito que termine no pódio, mas quero vencer", sublinhou o australiano da KTM.

O melhor português nesta penúltima etapa foi Sebastian Bühler (KTM), no 16.º lugar, a 35.43 minutos de Metge. Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 19.º e está na 17.ª posição, dois lugares à frente de Bühler. Fausto Mota foi 26.º e também ganhou um lugar, estando em 29.º.

Nos automóveis, o dia foi do catari Nasser Al-Attiyah (Toyota), que venceu pela terceira vez nesta edição, deixando Nani Roma (MINI) a 4.58 minutos, e tem o triunfo final na mão. Nesta altura, o piloto da Toyota, vencedor da prova em 2011 e 2015, tem 51.27 minutos de avanço para o espanhol. O francês Stéphane Peterhansel (MINI) desistiu devido a uma lesão nas costas do navegador, o compatriota David Castera.

O rali Dakar chega ao fim na quinta-feira, em Lima. Até lá, os pilotos resistentes enfrentam uma especial cronometrada de 112 quilómetros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sébastien Loeb vence oitava etapa do Dacar

Dakar 2019: Peterhansel e Sunderland impõem-se na sétima etapa

Paulo Gonçalves abandona Dakar