Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A escultura pública de George Zongolopoulos

A escultura pública de George Zongolopoulos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Centro Cultural da Fundação Stavros Niarchos (SNFCC), em colaboração com a Fundação George Zongolopoulos, organiza a primeira exposição dedicada exclusivamente a esculturas públicas instaladas na Grécia e noutros países pelo icónico artista George Zongolopoulos.

Zongolopoulos é um dos mais importantes escultores gregos do século XX. A exposição revela a forma como a escultura do artista se insere nos espaços das instalações e interage diariamente com o público

Nicholas Yatromanolakis é o diretor de comunicação da Fundação: "Um dos principais objetivos do Centro Cultural da Fundação Stavros Niarchos (SNFCC) é redefinir o espaço público e a relação dos cidadãos com este espaço público. Pensámos que era realmente apropriado hospedar as esculturas de um artista que mudou o significado da arte pública na Grécia, George Zongolopoulos.

Os visitantes terão a oportunidade de ver mais de 20 esculturas nas áreas exteriores da Ágora e no átrio do 4º andar da Biblioteca Nacional da Grécia. Várias das esculturas são exibidas pela primeira vez em público.

O presidente da Fundação George Zongolopoulos, Angelos-Moretis, fala do artista e do seu legado: "Temos aqui esculturas que as pessoas podem ver diariamente, se andarem na cidade. Estão por aí, podem passar por elas. É possível que não percebam, que não as reconheçam. Por isso, esta exposição é uma oportunidade para conhecer a escultura pública de George Zongolopoulos. Ele tinha a esperança de que essas esculturas fossem nossas companheiras diárias, uma oportunidade diária de melhorar a nossa vida, de termos uma qualidade de vida diferente. Isso pode acontecer através da escultura".

A mostra é complementada por maquetes, construções, desenhos, vídeos, fotos. Uma boa sugestão se passar por Atenas até 31 de maio.