Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

May "determinada" em cumprir o prazo do "Brexit"

May "determinada" em cumprir o prazo do "Brexit"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pressionada em várias frentes, a primeira-ministra britânica mostrou-se "determinada" em implementar o "Brexit" no prazo inicialmente estipulado de 29 de março. Theresa May deixou isso mesmo claro numa coluna publicada na edição de domingo do "The Telegraph." E sublinhou que pretende regressar a Bruxelas "armada" com um "novo mandato", "novas ideias" e a "determinação" para encontrar uma "solução pragmática."

A viagem pode acontecer esta semana mas para já não há datas. Bruxelas, por outro lado, não se mostra disponível para renegociar. Um cenário que, a concretizar-se, representa, no entender do ministro britânico do Comércio, uma atitude "irresponsável."

"Querem mesmo dizer que preferem não negociar e terminar com um cenário sem acordo? Penso que não se trata da abordagem correta a tomar. Teria impacto na economia europeia, nos empregos e na prosperidade. [...] E para a economia britânica decididamente", sublinhou o ministro Liam Fox, em entrevista à Sky News.

Nos bastidores já há quem antecipe o pior. A imprensa inglesa diz que foi recuperado um plano de evacuação do tempo da Guerra Fria para proteger a rainha Isabel II e a família real se o "Brexit" acontecer sem acordo e de forma tumultuosa.

O futuro está nas mãos de Theresa May e na capacidade de encontrar "medidas alternativas" ao chamado "backstop" destinado a evitar a fronteira física entre as Irlandas.