Grand Slam de Paris em Judo: ao fim do primeiro dia seis portugueses permanecem em jogo

Grand Slam de Paris em Judo: ao fim do primeiro dia seis portugueses permanecem em jogo
Tamanho do texto Aa Aa

As judocas portuguesas Joana Diogo e Catarina Costa (-48 kg), Mariana Esteves (-52 kg) e Telma Monteiro (-57 kg), em ação hoje no primeiro dia do Grand Slam de Paris, foram eliminadas, com Telma Monteiro a ser a única que ainda chegou ao segundo combate. Telma Monteiro é a atual 16.ª do ‘ranking’ mundial e a única portuguesa que já venceu em Paris.

A Mulher do Dia

A heroína a competir em casa Clarisse Agbegnenou revelou-se a nossa mulher do dia.

A francesa campeã mundial por três vezes enfrentou a campeã olímpica Tina Trstenjak, da Eslovénia. O duelo de titãs foi decidido quando a judoca francesa marcou, no prolongamento, o waza-ari da vitória. Um momento fantástico para a melhor judoca do mundo, que recebeu a sua medalha de ouro das mãos da ministra francesa da Juventude e do Desporto, Roxana Maracineanu.

O Homem do Dia

O nosso homem do dia foi outro campeão do mundo, também por três vezes, o japonês Naohisa Takato. O judoca venceu o cazaque campeão do mundo de 2015, Yeldos Smetov, por um waza ari na final dos -60kg.

Naohisa Takato foi condecorado com a medalha de ouro pelo Lorde Sebastian Coe, presidente da IAAF-Associação Internacional de Federações de Atletismo.

"O público aqui em Paris é o mais animado de todos os torneios. É um clima ótimo, que me deu muito apoio para jogar ao mais alto nível," comentou Naohisa Takato depois da final.

Um soberbo golpe de pernas da judoca Ami Kondo garantiu outra medalha de ouro para o Japão. Na final de -48kg, a japonesa derrotou Distria Krasniqi, do Kosovo. Ami Kondo foi premiada com o ouro pelo presidente da Associação de Federações Internacionais Olímpicas de Verão, Francesco Ricci Bitti.

O judoca Soichi Hashimoto regressou aos torneios em excelente forma , arrebatando o ouro em -73kg após marcar ippon frente a Tsogtbaatar Tsend-ochir, da Mongólia.

Nos -57kg femininos, as canadianas Christa Deguchi e Jessica Klimkait lutaram na final pelo título. Apesar da boa forma de Klimkait, Deguchi precisava de uma vitória, e conseguiu-a, com um waza ari nos últimos segundos da competição.

"Em 2018, Jessica Klimkait venceu o Grand Slam de Osaka, por isso eu estava muito nervosa. Quando vi que iria defrontá-la na final, pensei que ía ser um grande jogo e que não podia perder. Senti muita pressão, mas estou feliz por ter vencido," afirmou Christa Deguchi.

Com um fantástico ippon, o judoca Denis Vieru, da Moldávia, venceu Vazha Margvelashvili, da Geórgia, e conquistou a sua primeira medalha de ouro no circuito mundial de judo e num dos seus maiores palcos. O judoca foi presenteado com a sua medalha em -66kg pela campeã olímpica de Ginástica por cinco vezes, Nadia Comaneci.

O Movimento do Dia

Também a competir em -66kg, Baruch Shmailov, de Israel, produziu o movimento do dia, ao surpreender o italiano campeão mundial júnior Manuel Lombardo, com um superlativo ippon, que lhe garantiu uma bem merecida medalha de bronze.

A representação de Portugal

Relativamente à comitiva portuguesa, no domingo irão competir os judocas Bárbara Timo (-70 kg), Yahima Ramirez (-78 kg), Patrícia Sampaio (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Anri Egutidze (-81 kg), e Jorge Fonseca (-100 kg), medalha de bronze na capital francesa em 2017.