Última hora

Última hora

"Considero-me um preso político"

"Considero-me um preso político"
Tamanho do texto Aa Aa

Oriol Junqueras é primeiro antigo membro do governo da Catalunha a responder perante o Supremo Tribunal, em Madrid. Era vice-presidente de Carles Puidgemont. O antigo líder regional está no exílio, por isso Junqueras é o mais alto responsável a ser julgado.

Escolheu falar em castelhano e logo na primeira declaração marcou posição. "Neste momento considero-me um preso político. Creio que me encontro numa situação sem defesa, porque estou a ser acusado pelas minhas ideias e não pelas minhas acções. Portanto, atendendo a que estou num tribunal político - é o que penso - e atendendo a que sou um representante eleito e que devo isso aos meus eleitores, não responderei às perguntas da acusação," afirmou.

Junqueras é líder da Esquerda Republicana da Catalunha e separatista convicto. É o primeiro de 12 líderes regionais a responder em tribunal pelo referendo de Dezembro de 2017. O processo que levou à saída de Carles Puigdemont para a Bélgica para quem a acusação pede a pena mais pesada: 25 anos de prisão.

O tribunal recusou que o antigo presidente do governo catalão falasse por videoconferência. “É um processo penal, não pode ser acusado de manhã e à tarde testemunha,” disse o juiz.