A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Madrid dá ordem para exumação de Franco

Madrid dá ordem para exumação de Franco
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol esta sexta-feira a exumação do corpo de Francisco Franco do Vale dos Caídos, o polémico lugar nos arredores da capital, de homenagem aos mortos da guerra civil.

A exumação foi adiada vários meses por causa da oposição da família que tem agora 15 dias para escolher o lugar onde vão ficar os restos mortais do ditador.

No caso da família de Franco não indicar um local, a decisão final será do governo de Madrid.

A exumação dos restos mortais de Franco foi uma das principais promessas do governo Pedro Sánchez.

Um Lugar de Polémica

No Vale dos Caídos estão os restos mortais do pai de Fausto Canales, os únicos que conseguiu recuperar depois de começar à procura, há quase duas décadas. A descoberta foi fundamental para comprovar as pistas que tinha quando era uma criança.

"Tive a primeira notícia de que tinha sido levado para o Vale dos Caídos em 59. Eu estava a terminar os meus estudos em Madrid. O meu irmão ouviu uma pessoa, perto de Aldeaseca, dizer que os tinham levado para lá".

O corpo foi para o Vale dos Caídos sem permissão da família, uma situação que aconteceu com a maioria dos republicanos. Em muitos casos, não houve autorização para os restos mortais dos vencedores ficarem no mausoléu franquista.

O corpo do avô de Rosa Gil está ao lado dos nacionalistas e a sua família continua à espera de um enterro digno.

"Como cidadã, gostaria de ter preenchido um requerimento numa administração normal e ter solicitado a exumação do meu avô. Nada mais. Mas não foi o caso. Tivemos de ir ao tribunal".

Francisco Ferrándiz, antropólogo do Centro Superior de Investigações Científicas, acredita que as novas tecnologias vão tornar o lugar mais acesssível ao público.

"Penso que o que temos de fazer é explicar e utilizar as novas tecnologias para que os visitantes do Vale possam fazer visitas virtuais ao monumento e perceber como foi construído. A memória totalitária está petrificada mas, no futuro, o significado deste lugar será reinventado com as novas tecnologias".

Todos os dias, flores frescas enfeitam o túmulo de Francisco Franco. Ao lado, estão os restos mortais das vítimas da guerra civil. Na maioria dos casos, foram sepultados sem a autorização das famílias.

Depois da exumação de Franco, há uma pergunta a fazer?: O que vai acontecer com o vale dos caídos?