Última hora

Oposição elogia eleições antecipadas

Oposição elogia eleições antecipadas
Direitos de autor
REUTERS/Juan Medina
Tamanho do texto Aa Aa

Pela terceira vez no espaço de quatro anos os espanhóis vão às urnas para escolher um novo governo. A queda do executivo de Sánchez deu origem a novas eleições antecipadas e apesar de ainda faltar mais de um mês para o povo espanhol se pronunciar nas urnas, o Partido Popular já reclama vitória.

Para o líder do partido, Pablo Casado, Pedro Sánchez já tinha admitido que não iria cumprir a promessa de convocar eleições e que se o faz agora, foi graças à oposição feita pelo PP.

O anúncio de novas eleições foi bem recebido pela oposição. Para Albert Rivera o importante é que "o futuro de Espanha está nas mãos dos espanhóis". O líder do Ciudadanos realçou ainda que "o voto é a arma dos democratas" e mostrou satisfação por Sánchez "deixar de fugir, agora que nem os parceiros separatistas o apoiam".

Quanto ao Podemos, que tinha vindo a desempenhar um papel essencial no apoio ao governo de Sánchez, já veio a público dizer que o chumbo do orçamento foi uma decisão irresponsável, mas que o seu candidato é a melhor opção para travar a direita nas próximas eleições.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.