Última hora

Última hora

Hungria cria unidade consular em Jerusalém

Hungria cria unidade consular em Jerusalém
@ Copyright :
Ariel Schalit /Pool via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria vai criar uma unidade consular em Jerusalém, cuja soberania é disputada por Israel e a Palestina. Essa unidade dedicada aos negócios terá estatuto oficial de representação diplomática.

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, anunciou, terça-feira, a decisão de ter naquela cidade uma extensão da embaixada de Telavive depois do encontro com o homólogo israelita, Benjamin Netanyahu, em Jerusalém.

Orbán segue o exemplo dos EUA e vai contra a posição da União Europeia sobre um estatuto partilhado da cidade.

O chefe de governo húngaro participou numa cimeira com outros dois dos quatro países membros do chamado Grupo de Visegrado (Polónia, Hungria, República Checa e Eslováquia).

Na segunda-feira, a Polónia anunciou que não participaria como sinal de repúdio das declarações do ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Israel Katz, sobre os polacos "absorverem o anti-semitismo com o leite das suas mães" e de terem colaborado com os nazis no Holocausto.