Última hora

Última hora

Trump "é um racista, vigarista e uma fraude"

Trump "é um racista, vigarista e uma fraude"
@ Copyright :
REUTERS/Jonathan Ernst
Tamanho do texto Aa Aa

Michael Cohen, o ex-advogado pessoal de Donald Trump, afirmou, esta quarta-feira, perante o Congresso dos Estados Unidos que o atual presidente norte-americano "é um racista. É um vigarista e é uma fraude."

Cohen, que foi condenado a três anos de prisão pelas atividades que desempenhou na campanha eleitoral de Trump diz-se "envergonhado". O antigo advogado revela que o chefe de Estado sabia que um dos seus colaboradores estava em contato com o WikiLeaks para a publicação de milhares de e-mails do Partido Democrata, que afetou a campanha da sua rival Hillary Clinton. "(Trump) era um candidato à presidência que sabia que Roger Stone (seu colaborador) estava em conversações com Julian Assange (fundador do Wikileaks) sobre a divulgação dos e-mails do Comité Nacional Democrata", afirmou.

As declarações de Michael Cohen, são simultaneamente uma admissão de culpa e um apontar de dedo ao atual presidente norte-americano.

Caso Stormy Daniels

Cohen esteve 10 anos ao lado de Donald Trump. Era considerado o seu principal homem de mão; Diz que entregou prova de atividade criminal já depois da tomada de posse: "Entrego hoje vários documentos ao Comité, incluindo uma cópia de um cheque que o senhor Trump assinou de uma conta bancária pessoal, depois de se ter tornado presidente, para me reembolsar pelos pagamentos que fiz para encobrir seu caso com uma estrela de filmes pornográficos e para evitar danos durante a campanha," disse.

Enquanto Michael Cohen falava deste assunto, Stormy Daniels, a atriz que terá recebido o dinheiro escreveu no twitter: "Obrigada."

Uma campanha com influência russa

Trump saberia das reuniões marcadas pelo filho e o genro com personalidades russas. "Lembro-me de Don junior se inclinar sobre o seu pai e falar-lhe em voz baixa, mas que eu conseguia ouvir, dizendo que 'a reunião está marcada'. E lembro-me do senhor Trump dizer: 'ok, boa. Depois avisa-me'.

Os filhos do presidente norte-americano não tardaram a reagir. Donald Jr. e Eric questionam a idoneidade do advogado.