Última hora
This content is not available in your region

Manafort condenado a três anos e 11 meses de prisão

euronews_icons_loading
Manafort condenado a três anos e 11 meses de prisão
Direitos de autor  REUTERS/Bill Hennessy
Tamanho do texto Aa Aa

O ex-diretor de campanha de Donald Trump, Paul Manafort, foi condenado a três anos e onze meses de prisão por oito delitos de fraude fiscal e bancária.

Os crimes em questão não estão relacionados com a atividade de Manafort para o agora presidente dos Estados Unidos, mas com vencimentos como consultor para o anterior governo pró-russo da Ucrânia.

À saída do tribunal, o advogado afirmou que Manafort "pode finalmente falar por si próprio, deixando claro que aceita a responsabilidade pela conduta. Mas o mais importante é aquilo que foi dito desde o primeiro dia: que não há qualquer prova de qualquer tipo de conluio entre Manafort e qualquer responsável do governo na Rússia".

O ex-chefe de campanha de Trump será sentenciado, na próxima quarta-feira, num caso separado que envolve acusações de conspiração e lavagem de dinheiro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.