Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Dia 1 do Grand Slam de Judo de Ecaterimburgo: Telma Monteiro e Joana Ramos em 5º lugar

Dia 1 do Grand Slam de Judo de Ecaterimburgo: Telma Monteiro e Joana Ramos em 5º lugar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No primeiro dia do Grand Slam de Ecaterimburgo, na Rússia, que teve início esta sexta-feira, as portuguesas Telma Monteiro (-57kg) e Joana Ramos (-52kg) terminaram no quinto lugar, após perderem nos respetivos combates para a medalha de bronze.

Durante os três dias da prova, 355 atletas de 47 países vão competir pela medalha de ouro e os respetivos mil pontos no ranking mundial, com vista à qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Joana Ramos, a única portuguesa a competir hoje que está em zona de qualificação para Tóquio 2020 (17.ª), perdeu por ippon, com uma imobilização da belga Charline Van Snick.

Momento do combate de Joana Ramos e Charline Van Snick.

Telma Monteiro, vencedora da medalha de bronze nos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016, seis vezes campeã europeia e quatro vezes vice-campeã mundial, perdeu com as duas melhores atletas canadianas da atualidade em -57kg, Christa Deguchi, quinta no ranking mundial, e Jessica Klimkait, quarta.

Christa Deguchi venceu a judoca portuguesa com um forte Ouchi seguido de arremesso para ippon, enquanto Jessica Klimkait venceu já no ponto de ouro efetuando um seoi nage aos 2.38 minutos.

Telma Monteiro a lutar frente a Jessica Klimkait.

Christa Deguchi viria a sagrar-se a campeã da categoria, vencendo na final a especialista em golpes no tatami Chen-Ling Lien, da Taipé Chinesa.

A mulher do Dia

Neste dia inaugural, cinco países venceram as cinco medalhas de ouro do dia.

A nossa mulher do dia foi Gili Cohen. Depois de ganhar impulso com a sua boa exibição em Tel Aviv no início deste ano, a judoca de Israel a competir em -52kg venceu com um clássico Kouchi gari a espanhola Ana Perez Box, conquistando o seu primeiro título de Grand Slam desde 2016.

"Eu sabia que seria uma luta difícil, ela é uma boa adversária e eu já tinha lutado com a Ana Perez Box, por isso sabia como é vencer e queria manter essa dinâmica. Correu tudo bem, ela começou forte, mas manti a calma, apostei no meu jogo e acabou por dar certo, por isso estou muito feliz," comentou Gili Cohen sobre a sua final.

O Homem do Dia

A competir em -66kg, o francês Kilian Le Blouch revelou-se o nosso homem do dia. O judoca enfrentou e derrotou o russo a competir em casa Isa Isaev, com um forte Ouchi Gari, que lhe garantiu o seu primeiro título de Grand Slam.

"É difícil lutar com um judoca russo, com um russo a competir na Rússia. Porque o apoio do público é enorme, por isso preciso de mais concentração," afirmou numa entrevista.

Kilian Le Blouch enfrentou e derrotou o russo a competir em casa Isa Isaev, com um forte Ouchi Gari, que lhe garantiu o seu primeiro título de Grand Slam.

Nas restantes categorias, Unubold Lkhagvajamts, da Mongólia, conquistou a categoria de -60kg, na que foi a sua primeira vitória no Grand Slam, ao derrotar o nipónico Yuma Oshima.

A final da categoria de -48kg foi conquistada pela campeã olímpica Paula Pareto, da Argentina, que ficou radiante ao vencer a espanhola Julia Figueroa.

A primeira medalha para a nação anfitriã

Irina Dolgova levou o público da nação anfitriã ao rubro. A jovem russa dominou o combate em -48kg frente à adversária japonesa Tamami Yamazaki, derrubando-a duas vezes para marcar Waza-ari, primeiro com um Ashi-waza e depois usando a sua força para o controlo no tatami. A judoca alcançou a medalha de bronze para a Rússia, e a sua primeira medalha no campeonato do mundo este ano.

O Movimento do Dia

O nosso movimento do dia coube a Daria Mezhetskaia, nos -57kg. A atleta russa é famosa pela sua força e judo explosivo, que não perdeu tempo a demonstrar derrotando a adversária Sevara Nishanbayeva ao sexto segundo do combate.

O enorme Sode Tsuri Komi Goshi, uma das técnicas mais espetaculares do judo.

Com um enorme Sode Tsuri Komi Goshi, levantou a judoca cazaque no ar deixando-a de costas no tatami - uma das técnicas mais espetaculares de Judo.

A Comitiva Portuguesa

Portugal está presente na Rússia com sete judocas: Maria Siderot (-48 kg), Joana Ramos (-52 kg),Telma Monteiro (-57 kg), Bárbara Timo (-70 kg), Yahima Ramirez (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg) e Sergiu Oleinic (-66 kg).

Para além de Telma Monteiro e Joana Ramos, estiveram também hoje em prova Maria Siderot (-48 kg), que perdeu no segundo combate, e Sergiu Oleinic (-66 kg), que perdeu no primeiro.

No sábado, Bárbara Timo (-70 kg) será a única portuguesa em prova.

Yahima Ramirez (-78 kg) e Rochele Nunes (+78 kg) competem no domingo, último dia da competição.