Última hora

Última hora

Greve mundial das escolas pelo clima

Greve mundial das escolas pelo clima
Direitos de autor
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de estudantes deram início à greve das escolas pelo clima na Nova Zelândia. Mas o evento acabaria por ser cancelado devido ao ataque terrorista.

Outros países aderiram à greve mundial das escolas pelo clima, inspirada pela adolescente Greta Thunberg, que sozinha exibiu, várias sextas-feiras seguidas, um cartaz que apelava a esta mobilização em frente ao Parlamento sueco.

Berlim e Roma foram duas das cidades europeias onde os estudantes saíram às ruas.

Em Portugal, estudantes de pelo menos 26 cidades juntaram-se ao protesto, que pede aos políticos ações concretas contra as alterações climáticas.