EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Suspeito do ataque de Christchurch acusado de homicídio

Suspeito do ataque de Christchurch acusado de homicídio
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ataque terrorista levou a primeira-ministra neozelandesa a anunciar que tinha chegado o momento de mudar a lei das armas no país

PUBLICIDADE

Presente a tribunal este sábado e acusado de homicídio, Brenton Tarrant é o principal suspeito do ataque desta sexta-feira a duas mesquitas de Christchurch, que provocou pelo menos 49 mortos e mais de quatro dezenas de feridos.

O australiano de 28 anos tinha várias armas de fogo legalizadas e licença de porte de arma, pelo que a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, não perdeu tempo a anunciar que tinha chegado o momento de mudar a legislação em vigor.

Além de Tarrant, encontram-se duas outras pessoas sob custódia da polícia neozelandesa, nenhum dos suspeitos estava sinalizado pelas autoridades como ameaça extremista.

Algumas testemunhas criticam a resposta lenta da polícia, que demorou 20 minutos a chegar ao local, o que permitiu ao atacante sair da mesquita, conduzir mais de seis quilómetros rumo a outra mesquita onde desferiu um novo ataque.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Número de mortos de Christchurch sobe para 50

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Christiania, em Copenhaga, quer renascer sem haxixe