A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Depois dos estudantes, adultos respondem ao apelo de Greta Thunberg

Depois dos estudantes, adultos respondem ao apelo de Greta Thunberg
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois das greves estudantis que correram todo o mundo, centenas de milhares de pessoas participaram, também em vários pontos do globo. Em França, as marchas pelo clima juntaram vários milhares de pessoas. Só em Paris, houve vários cortejos, que acabaram por convergir junto à Ópera e seguiram depois juntos para a Praça da República. O protesto decorreu sem problemas, apesar de acontecer no mesmo dia em que os coletes amarelos organizaram protestos que acabaram por degenerar em violência. Foram organizados, em todo o país, cerca de 200 eventos, por parte de pelo menos 140 organizações, incluindo a filial francesa da Greenpeace e a fundação Nicolas Hulot.

O objetivo foi pedir aos políticos mais ação concreta para defender o planeta e lutar contra as mudanças climáticas, à semelhança do movimento que mobilizou centenas de milhares de jovens de todo o mundo, na sexta-feira, que responderam à iniciativa da adolescente sueca Greta Thunberg.