Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Theresa May pronta para abdicar se isso permitir o "brexit"

Theresa May no interior de um veículo junto ao Parlamento britânico
Theresa May no interior de um veículo junto ao Parlamento britânico -
Direitos de autor
REUTERS/Henry Nicholls
Tamanho do texto Aa Aa

Primeira-ministra britânica Theresa MAy terá admitido estar pronta para abdicar do cargo se o seu acordo com o Bruxelas para o "brexit" for aprovado pelo Parlamento, local onde o documento já foi reprovado duas vezes.

A abertura da chefe de Governo britânico terá ocorrido numa reunião com os deputados do respetivo partido Conservador, num dia em que o Parlamento se prepara para votar uma série de alternativas ao acordo proposto por May.

"Isto tem sido um teste para o nosso país e poara o nosso partido", afirmou May aos camaradas conservadores, de acordo com uma nota partilhada pelo gabinete da primeira-ministra.

E prosseguiu: "Estamos quase lá. Estamos quase prontos a começar um novo capítulo e construirmos esse brilhante futuro, mas antes de o podermos fazer temos de acabar o trabalho que temos nas mãos."

"Eu ouvi claramente a vontade parlamentar. Sei que há um desejo de uma nova abordagem e de uma nova liderança, na segunda fase das negociações do 'brexit'. Eu não o vou bloquear", prometeu a primeira-ministra, sublinhando ser imperativo "conseguir fazer passar o acordo e entregar o 'brexit'" aos britânicos.

"Estou prepoarada para deixar este trabalho antes do que pretendia para conseguir o que está certo para o nosso país e para o nosso partido. Peço a toda a gente para apoiar o acordo para que possamos completar esta histórica tarefa de concretizar a vontade do povo britânico e sair da União Europeia de forma fcil e ordeira", concretizou.

[Em atualização]