Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

As Datas do Brexit

As Datas do Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

Contra todas as expectativas, o SIM venceu o referendo sobre a saída do reino Unido da União europeia, com 52% dos votos.

Seguiram-se semanas tumultuosas. David Cameron, o arquiteto do referendo, deixou o cargo de primeiro-ministro e lançou uma batalha de sucessão.

No dia 13 de julho de 2016, Theresa May assumiu o desafio do Brexit e de unir um partido e um país divididos depois do referendo.

No dia 29 de março de 2017, a primeira ministra britânica acionou o Artigo 50 do Tratado da União Europeia e disparou o cronómetro da contagem decrescente da partida formal do Reino Unido do bloco europeu

Três meses depois, dia 26 de junho de 2017, os líderes britânicos e da UE começaram a trabalhar num acordo de saída e nos bases da futura cooperação depois do Brexit.

Em março de 2018 chegaram a acordo sobre as normas que vão garantir a circulação de pessoas e mercadorias. Pouco depois, definiram o final de 2022 como o período de transição depois da saída.

A questão da fronteira entre as duas Irlandas tornou-se num problema sem solução mas, em novembro de 2018, surgiu pela primeira vez um acordo de saída aprovado por Bruxelas e pelo governo de May sujeito à ratificação do parlamento britânico.

E começaram os problemas para a primeira-ministra britânica, que adiou a votação até janeiro para ganhar tempo e convencer os deputados. O acordo foi rejeitado por uma larga maioria e voltou a ser chumbado em fevereiro.

E chegámos ao dia 29 de março, a data prevista para a saída do Reino Unido da União Europeia. Os deputados chumbaram pela terceira vez o texto e deixaram poucas alternativas a uma saída sem acordo.