Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Único aeroporto de Tripoli em funcionamento é encerrado

Único aeroporto de Tripoli em funcionamento é encerrado
Direitos de autor
REUTERS/Hani Amara
Tamanho do texto Aa Aa

O único aeroporto de Tripoli em funcionamento foi encerrado, depois de um ataque aéreo na Líbia.

A medida já foi condenada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que atribui a autoria do ataque às forças leais a Khalifa Haftar. O general lidera o Exército Nacional da Líbia (LNA) numa ofensiva para assumir o controlo da capital do país, atualmente nas mãos do governo.

"A escalada de violência em Tripoli e à volta da capital já levou à deslocação de 3400 pessoas para fugir dos confrontos. Apelamos a uma trégua humanitária temporária, de forma a permitir a prestação de serviços e a passagem voluntária de civis, incluindo os feridos, das zonas de conflito", afirmou o porta-voz do Secretário-geral da ONU, Stéphane Dujarric.

Um porta-voz do LNA confirmou o ataque, mas negou terem feito de aviões civis um alvo. Estima-se que os militares rebeldes tenham chegado a 11km do centro em Tripoli, antes de retirarem.

Com a ajuda de grupos armados, o governo líbio está a tentar travar a entrada dos rebeldes na cidade.

A Líbia tem sido palco de confrontos desde a deposição de Kadhafi, há oito anos. O país está nas mãos do Governo de Acordo Nacional (GNA), uma força política criada em 2015, a partir de conversações de paz. com dificuldade em manter o controlo do país, apesar do apoio da ONU.