A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Homenagens e comoção na Madeira

Homenagens e comoção na Madeira
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A cronologia dos acontecimentos tem sido repetida vezes sem conta à medida que prosseguem as investigações para apurar as causas do trágico acidente com um autocarro de turismo na Madeira.

À falta de marcas na estrada, a possibilidade de uma falha nos travões tem sido uma hipótese avançada.

Os turistas na ilha não escondem o choque com a morte de 29 pessoas. Entre os feridos, 18 continuam internados, quatro deles nos cuidados intensivos.

As vítimas mortais, têm todas nacionalidade alemã. Uma das vítimas acabou por sucumbir no hospital central do Funchal.

Esta quinta-feira, o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros visitou sobreviventes ao acidente. Heiko Mass também esteve no local da tragédia, acompanhado pelo homólogo português, Augusto Santos Silva. Depositaram uma coroa de flores junto ao local do acidente e fizeram um minuto de silêncio.

O Coordenador do Serviço de Emergência Médica da região da Madeira sublinhou que a maioria das vítimas do acidente foi projetada para o exterior do autocarro. Em entrevista à RTP, António Brasão, disse pensar que muitos ocupantes não teriam os cintos de segurança colocados.