Última hora

Última hora

Acordo de divisão do poder no Sudão

Acordo de divisão do poder no Sudão
Direitos de autor
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

É o início de um acordo para instaurar uma autoridade conjunta no Sudão. Os líderes dos protestos no país e os militares concordaram numa divisão de poder e em estabelecer um governo de transição. Este novo compromisso marca uma nova etapa no panorâma político do país, depois da destituição do presidente Omar al Bashir.

O porta-voz da Associação dos Profissionais Sudaneses, Amjad Fareed, explica: "Temos de considerar e olhar para o período de transição, não como um período de governação: é um período de reconciliação, de reconstrução, de reabilitação. Estamos à procura de um gabinete qualificado, de um governo qualificado, que possa realmente resolver o problema em vez de implementar programas políticos".

Os manifestantes continuam frente ao quartel-general do exército em Cartum, desde o início de abril. O movimento de protesto teve início em dezembro passado, para denunciar a situação económica do país e transformou-se num movimento contra o presidente Omar al Bashir - que deve responder a acusações de crimes de guerra e de crimes contra a humanidade durante o conflito no Darfur.