A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Imperador do Japão abdica do Trono de Crisântemo

Imperador do Japão abdica do Trono de Crisântemo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Japão avança para uma nova era com a sucessão em vida do imperador Akihito.

O "País do Sol Nascente" encerra, esta terça-feira, a era "Heisei" (paz) do imperador Akihito, o período mais pacífico na história recente do país, e, na quarta-feira, será iniciada era "Reiwa" (bela harmonia) com o sucessor Naruhito.

O imperador Akihito cede o Trono de Crisântemo ao filho primogénito. A primeira vez para um monarca japonês em cerca de dois séculos.

O príncipe herdeiro Naruhito subirá ao Trono a 1º de maio, o que vai marcar o início da nova era imperial.

Akihito, de 85 anos, tinha anunciado, em agosto de 2016, que a sua idade avançada e os problemas de saúde lhe dificultavam o desempenho de funções.

Para permitir a transmissão em vida do trono imperial, foi necessária uma alteração legislativa.

Todos os dias, multidões de turistas visitam o Palácio Imperial em Tóquio, mas nos próximos dias as visitas não serão permitidas no recinto onde as cerimónias de abdicação e entronização acontecem.