Última hora
This content is not available in your region

Imperador do Japão abdica do Trono de Crisântemo

euronews_icons_loading
Imperador do Japão abdica do Trono de Crisântemo
Tamanho do texto Aa Aa

Japão avança para uma nova era com a sucessão em vida do imperador Akihito.

O "País do Sol Nascente" encerra, esta terça-feira, a era "Heisei" (paz) do imperador Akihito, o período mais pacífico na história recente do país, e, na quarta-feira, será iniciada era "Reiwa" (bela harmonia) com o sucessor Naruhito.

O imperador Akihito cede o Trono de Crisântemo ao filho primogénito. A primeira vez para um monarca japonês em cerca de dois séculos.

O príncipe herdeiro Naruhito subirá ao Trono a 1º de maio, o que vai marcar o início da nova era imperial.

Akihito, de 85 anos, tinha anunciado, em agosto de 2016, que a sua idade avançada e os problemas de saúde lhe dificultavam o desempenho de funções.

Para permitir a transmissão em vida do trono imperial, foi necessária uma alteração legislativa.

Todos os dias, multidões de turistas visitam o Palácio Imperial em Tóquio, mas nos próximos dias as visitas não serão permitidas no recinto onde as cerimónias de abdicação e entronização acontecem.